Parque Natural Municipal Serra de São Miguel

O Parque Natural Municipal Serra de São Miguel foi criado pela Lei nº 3.752, de 20 de julho de 2017, e tem como Órgão Gestor a Fundação Municipal do Meio Ambiente de Biguaçu (FAMABI). Localiza-se nos bairros da Saudade, Prado, São Miguel e Tijuquinhas.

 

A área total compreendida pelo Parque é de 1.226 hectares e pertence ao Bioma Mata Atlântica. O objetivo dessa Unidade de Conservação é a preservação e recuperação de remanescente do Bioma Mata Atlântica e aos seus ecossistemas associados, bem como a preservação dos recursos hídricos, desenvolvimento de pesquisas científicas, educação ambiental e turismo ecológico.

Delimitação do PNM Serra de São Miguel

parque.jpg
limites parque.PNG

Recursos hídricos

A área do PNMSSM se constitui em um local com grande quantidade de nascentes (temos 107 nascentes cadastradas no banco de dados do Sistema de Informações Geográficas de Santa CatarinaSIG-SC) e diversos cursos d’água naturais e trechos de drenagem, contribuindo para a captação de água para abastecimento humano. 

Diversas famílias se beneficiam da água do Parque, mediante captações individuais. Além disso, há uma represa para captação de água para a Estação de Tratamento de Água - ETA de São Miguel, que atende ao abastecimento público de água, administrada pela Companhia Catarinense de Águas e Saneamento - CASAN.

Fauna

Aves

No Parque encontramos diversas aves, como a Saíra-militar (Tangara cyanocephala), Rendeira (Manacus manacus), Surucurá (Attila rufus) Tucanuçu (Ramphastos toco) e Tucano-do-bico-verde (Ramphastos dicolorus), que se destacam devido ao endemismo, raridade e interesse na conservação destas espécies.

É muito comum a aparição da espécie Chiroxiphia caudata, popularmente conhecida como “Tangará” ou “Capitão do Mato”. Sua preferência pelo Parque originou o nome de uma de nossas trilhas, a Trilha do Tangará, que tem início nos fundos do Museu Etnográfico Casa dos Açores.

Mamíferos


Com relação à mastofauna, podemos encontrar no Parque o graxaim (Cerdocyon thous), o gato-do-mato-pequeno (Leopardus tigrinus), a jaguatirica (Leopardus pardalis) além do macaco-prego (Sapajus nigritus), lontra (Lutra longicaudis) e tamanduá-mirim (Tamandua-tetradactyla). Relatos de moradores indicam a presença Leão-Baio (Puma concolor). Pelas características topográficas e ecológicas é esperada a ocorrência da Cuíca-d'Água (Chironectes minimus), espécie vulnerável à extinção em Santa Catarina.

 

Flora


São encontradas na Serra de São Miguel espécies que foram alvo de intensa exploração, como a canela sassafrás, canela preta, canela vermelha, canela amarela, cedro, peroba, carvalho, palmeira juçara e a Orquídea Laelia purpurata, a flor símbolo do Estado de Santa Catarina, bem como é esperada a observação da Bromélia Vriesea biguassuensis, espécie endêmica da região de Biguaçu e Antônio Carlos, e que consta na Lista Nacional de Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção.

 

Visitação

 

Infelizmente, devido às restrições do COVID-19, o Parque está fechado para visitação.

Contato:


Annamaria Trevisan - Gestora do PNM Serra de São Miguel
Telefone: (48) 3094-4127
Email: parquesaomiguel@bigua.sc.gov.br

Galeria de fotos: